03/03/2018

A HISTÓRIA POLÍTICA-ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE MARACANAÚ

O movimento de emancipação política-administrativa de Maracanaú, então distrito do município de Maranguape, começou em 1953 com os tenentes Mário de Paula Lima e Raimundo de Paula Lima. Uma tentativa bem-sucedida de emancipação ocorreu em 1962, tendo à frente o Padre José Holanda do Vale. No entanto, a emancipação durou pouco. O Golpe Militar de 1964 acabou com todos os municípios criados em 1962. Mais uma tentativa frustrada de emancipação teve à frente o então vice-prefeito de Maranguape, Almir Dutra. A quarta tentativa de emancipação foi em 1981 com o MIDEMA - Movimento de Integração e Desenvolvimento de Maracanaú, fundado por jovens lideranças do Distrito. Também houve a participação dois outros movimentos, o FAPEMA e o CODIM. Maracanaú foi finalmente emancipado em 06 de março de 1983 e em 5 de julho de 1983, foi assinada a Lei Estadual no. 10.811. A primeira eleição municipal foi em 16 de dezembro de 1984, elegendo Almir Freitas Dutra. O adversário foi o Vereador e Comerciante Paulo Alexandre. O Prefeito Almir Dutra foi assassinado em 27 de fevereiro de 1987. A prefeitura passou a ser administrada pelo vice-prefeito José Raimundo Menezes de Andrade. José Raimundo foi afastado do cargo. Assumiu o Interventor Alfredo Marques, que permaneceu no comando da prefeitura até outubro de 1988, quando foi substituído pelo vereador do Distrito da Pajuçara, o saudoso Anastácio Soares Lima. Entre os anos de 1989 e 1992, o vereador-presidente da Câmara Municipal, Júlio César Costa Lima esteve à frente da administração de Maracanaú. Em 1993 assumiu o então eleito Antônio Correia Viana Filho (Vianinha) que renunciou no ano seguinte, ficando a administração sob o comando de Dionísio Brochado Lapa Filho. Júlio César se apresenta novamente na vida política de Maracanaú como prefeito, permanecendo no cargo por dois mandatos consecutivos, de 1997 a 2004, seguidos por Roberto Pessoa e Firmo Camurça. Os primeiros contatos dos colonizadores com indígenas de Jaçanaú, Mucunã e Cágado, aconteceram em 1648. A partir de 1870, o povoamento cresceu em torno inicialmente da Lagoa de Maracanaú e depois das Lagoas de Jaçanaú e Pajuçara, fazendo com que os nativos perdessem o controle da então chamada Aldeia Nova. Com a inauguração da linha férrea, em Maranguape, no ano de 1875, houve uma luta para estendê-la até o povoado. O povoado tornou-se Vila do Santo Antônio do Pitaguary em 06 de maio de 1882. Maracanaú tornou-se distrito de Maranguape em 1906. Maranguape conquistou o Distrito Rodolfo Teófilo (Pajuçara), que pertencia a Fortaleza, em 1938. O território passou a integrar a cidade de Maracanaú com a emancipação do distrito ao importante Município Industrial do Ceará.
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Scroll To Top