28/05/2017

A POLÊMICA ESCOLHA E ELEIÇÃO DA MISS MARACANAÚ 2017

te, pela votação popular, e as demais pelas indicações do júri. Outra coisa: até Miss Universo usa TOP 6 (pra quem questiona se isso existe, pois é, existe). E quando se convocam as 6 finalistas, todos os cerimoniais deixam claro que não é por ordem de pontuação, elas são chamadas em ordem aleatória. Claro, isso também é algo óbvio (ou, pelo menos, deveria), afinal, se revelasse na chamada do Top 6 quem foi a mais ou menos pontuada, já ficaria de cara quem seria a ganhadora. Portanto, Yasmin não foi a 6ª colocada do Top 6. Ela foi UMA DAS concorrentes eleitas para o Top 6. A ordem em que as 6 candidatas foram chamadas não indica ordem de classificação. Isto ficou por conta da soma da pontuação final. E para além de todos os questionamentos e teorias da conspiração, uma simples análise de perto responderia qualquer dúvida: o concurso de Miss é uma disputa prioritariamente técnica! Vai além de preferências, de pessoa mais popular, mais querida, com maior torcida... Ele julga critérios técnicos, de preparação, não se fabrica uma Miss em um mês, é um processo. E quem conhece a trajetória de Yasmin, sabe muito bem que não é de hoje que ela se prepara, tem histórico de conquistas a nível municipal, nacional, com experiência até em palco internacional. Sem falar que vive isso em seu cotidiano, focada em melhorias na estética, postura, dentre outros fatores. Será que isso não faria diferença num concurso? Antes de questionar, observe, perceba o caminho que a pessoa trilhou e seu desempenho no palco. Isso, certamente, falaria bem mais alto e ajudaria a compreender que o Concurso obedeceu a uma mecânica padrão, onde se espera a eleição da mais preparada. Para mim, não foi surpresa, ela é uma jovem extremamente dedicada, focada e está, naturalmente, colhendo os louros de sua semeadura. Sucesso não é prova de sorte, é resultado de muito trabalho! Parabéns, Yasmin! Por: Luciana Benevides.
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Scroll To Top