22/04/2016

22 de Abril é o Dia em que se Comemora o Descobrimento do Brasil

Cabe uma profunda reflexão sobre o País que queremos para as futuras gerações, se perguntarmos o que queremos, logo responderemos. Um Brasil mais Justo e, completaremos, com: saúde, Educação, segurança, agricultura forte e Justiça social. Entretanto o que temos e vemos é uma disputa que ultrapassa o período Eleitoral prejudicando a sociedade brasileira, e o Brasil de hoje mergulha profundamente num mar de corrupção disputa de poder e concentração de imposto na União (64%), Estado (22%) e o restante com o município (l4%), este é o Pacto Federativo, totalmente injusto, pois as pessoas moram e cobram serviços nos municípios. A pergunta que não quer calar, por que não muda? Não muda, respondo, pelo super poder que exerce a Presidência sobre o Congresso veja o caso das negociações da dividas dos Estados e Municípios brasileiros que poderia diminuir de forma significativa a divida do nosso estado, permitindo a governabilidade plena, e em nome de crise bastou seu Ministro de Fazenda pedir ao Congresso um prazo e o projeto foi engavetado. Além disso, todo o ano cria-se programas tais quais: Creches para Educação Infantil, Estratégia para Saúde da família. Ambos ótimos, mas não vem o recurso financeiro para cobrir seus custos. Os contratos com os hospitais são firmados e o recurso acordado não é pago. Enfim, de discursos bem elaborados e falados, estamos cansados e incrédulos (não confiamos), é evidente o descaso com os brasileiros e suas necessidades básicas, chega de ENGANAÇÃO. O Brasil que queremos, com certeza não é este. O Brasil que queremos é que seus governantes de fato trabalhem para a qualidade de vida de Seus governados cumprindo assim com os princípios constitucionais, visando a ordem e progresso embasado na Ética e Moral. Pra que isto ocorra entendo que com urgência medidas terão que ser tomadas com um Pacto Federativo com distribuição dos tributos de forma mais justa. Exemplo: Município 30% dos Impostos o Estado 30% dos impostos e 40% para União; Reforma Política com regras rigorosas com a finalidade de coibir atos de corrupção, dependendo do caso, poderia ser considerado crime hediondo. Na Agricultura, nossa maior indústria, e segurança financeira no Pais, defendo percentuais constitucional nas três esferas de governo. Exemplo: Município 3%, Estado 4%, União 5% de seus recursos próprios. Infraestrutura- ferrovia Sul-Norte começar em Rio Grande-RS passando por Cachoeira do Sul, Passo Fundo até o Estado de São Paulo. A Hidrovia tem que começar em Estrela passar pelo Porto de Pelotas (hoje praticamente inoperante) indo até o super porto de Rio Grande. Na Educação tem que se fazer um novo pacto das responsabilidades entre a união, estado e os municípios principalmente no financiamento. Quanto a Saúde tem que terminar com jogo de empurra e briga e melhorar o pagamento em áreas que são os gargalos tais como: Otorrinolaringologia, Traumatologia, Neurologia, Urologia e outras tantas que estão defasadas, contrato com a rede hospitalar tem que se pagar o valor acordado, o município cumprir com 15% para saúde de seus recursos arrecadados o Estado l2% e a União l0% e assim teremos melhores serviços é claro com gestão competentes. A Segurança Pública precisa de um Sistema Único com responsabilidades e recursos financeiros próprios nas três esferas (município, estado, união) e as Fronteiras com ação permanente do Exercito e da força Nacional tenho a convicção na diminuição de criminalidade. Portanto, tomando tais atitudes acima exemplificadas, poderemos viver em um país melhor. País este, que será revigorado, um novo país! FELIZ ANIVERSÁRIO MEU NOVO BRASIL! Texto escrito pelo ex-Prefeito Canguçu Cássio Luiz Freitas Mota
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Scroll To Top